Um sargento da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi preso nesta terça-feira (16) por chefiar um esquema de agiotagem na capital. Agentes da Polícia Civil (PCDF) cumprem sete mandados de prisão temporária e 15 de busca e apreensão em Vicente Pires e Taguatinga e no estado de São Paulo-SP.

O sargento é Ronie Peter Fernandes da Silva. Ele e o irmão, Tiago Fernandes da Silva, são apontados pela PCDF como líderes de um grupo criminoso. Segundo as investigações, o bando emprestava dinheiro e cobrava juros exorbitantes. Os autores chegavam a tomar veículos e imóveis de quem não pagava o empréstimo.

O dinheiro oriundo da agiotagem era ocultado por meio de empresas de fachada e da compra de carros de luxo registrados em nome de “laranjas”. Nos últimos dois anos, o grupo criminoso comprou oito veículos da marca Porsche e movimentou mais de R$ 8 milhões em sete contas bancárias. As contas e alguns dos automóveis foram apreendidos na operação de hoje da PCDF, batizada de “SOS Malibu”.