As polícias civis do Distrito Federal (PCDF) e de Goiás (PCGO) realizam nesta sexta-feira (12) uma operação contra duas famílias suspeitas de falsificar placas de carros nas duas regiões. Agentes cumprem seis mandados de prisão e 26 de busca e apreensão no DF e nos municípios goianos de Luziânia, Silvânia e Vianópolis.

De acordo com as investigações, as duas famílias são o elo entre quem rouba e quem clona os veículos. Os suspeitos transportavam as placas do Setor de Indústrias e Abastecimento (SIA) para Luziânia-GO e vice-versa. Cada família ficava em uma região.

Os parentes que se concentravam no SIA eram o pai, o filho e a nora da famílias. Eles produziam as placas para enviar para Luziânia e também atendiam ladrões do DF. Já a “filial” de Luziânia era formada por tia e sobrinho; eles usavam empresas credenciadas no Departamento de Trânsito (Detran) para vender as placas.

Funcionário público preso

Além das duas famílias, a operação prendeu preventivamente um funcionário público da Prefeitura de Silvânia, em Goiás. Ele exercia o cargo de superintendente de Trânsito no município e era responsável pelo recebimento de placas irregulares e o fornecimento de matrizes alfanuméricas para a confecção de placas de motocicleta.