Empresa contradiz Jair Bolsonaro, que disse no último domingo (5) que seria anunciada a redução

Contrariando as palavras do presidente Jair Bolsonaro (PL), a Petrobras afirmou nesta segunda-feira (6) que “não há nenhuma decisão tomada” sobre novos reajustes nos preços de combustíveis.

Por meio de uma nota, a Petrobras informou que “monitora continuamente os mercados, o que compreende, dentre outros procedimentos, a análise diária do comportamento de nossos preços relativamente às cotações internacionais”.

“A Petrobras não antecipa decisões de reajuste e reforça que não há nenhuma decisão tomada por seu Grupo Executivo de Mercado e Preços (GEMP) que ainda não tenha sido anunciada ao mercado”, concluiu a estatal.

O comunicado foi uma resposta às falas do presidente Jair Bolsonaro que, no último domingo (5), disse em entrevista ao site Poder360 que a Petrobras iria anunciar nesta semana a redução no preço dos combustíveis.

A petroleira esclareceu que “alterações de preços são realizados no curso normal de seus negócios e seguem as suas políticas comerciais vigentes”.

Petrobras limita entrega de combustíveis a distribuidoras pelo segundo mês

Petrobras vê nova “demanda atípica” por parte de distribuidoras de combustíveis brasileiras e já comunicou ao mercado que não atenderá todos os pedidos de entregas de produtos em dezembro, a exemplo do que ocorreu em novembro.