A fuga aconteceu no momento que funcionários da Clínica Veterinária pediu para ver o cachorro da Raça Shih Tzu que estava no porta-malas do carro, o cão foi resgatado sem olho direito, um buraco na cara cheio de larvas e varejeiras o funcionário ligou para polícia, o acusado fugiu deixando o cão.

Foto editada imagens forte / material PCGO

Segundo a Delegada que cuida do caso Sãmia Noleto chefe da primeira delegacia em Valparaíso, uma clínica veterinária teria entrado em contato com esta delegacia para denunciar um caso de maus tratos animal.

Os funcionários da clínica veterinária disseram que o acusado chegou um GM Vectra de cor prata pedindo remédio para matar bicheiras, a pessoa responsável pelo atendimento na clínica veterinária disse que precisava ver o cachorro para receitar algum remédio, ao chegar próximo do carro o acusado abriu o porta mala e lá estava o cão sem parte da cara no lado direito, sem olho tudo comido por larvas.

Larvas retiradas do ferimento do cão/ material PCGO

O cão foi resgatado e levado para o interior da clínica, os funcionários disseram que iriam chamar a polícia o homem rapidamente entrou no veículo e tomou rumo ignorado deixando para trás o cão em uma situação de vulnerabilidade.

Os agentes foram até a clínica veterinária e lá encontraram o cão, segundo os clínicos a gravidade do cão é tão grande que possivelmente ele não resistirá o sofrimento o cão está totalmente sem força, o animal passa por procedimentos sendo feito a retirada dos micróbios com uma pinça.

A Delegada disse que irá identificar e intimar o acusado, ele irá responder por maus tratos animal, com aumento de pena caso o cão venha morrer.