Possível entrada de Ismael na disputa eleitoral tem contrariado outros integrantes da base caiadista

Ismael Alexandrino afirma que candidatura à Câmara Federal depende de Caiado (Foto: Divulgação)

O secretário de Saúde de Goiás, Ismael Alexandrino, é um dos auxiliares do governo cotado para ser candidato a deputado federal para fortalecer a chapa de postulantes do governador Ronaldo Caiado (DEM) nas eleições deste ano. À coluna, Ismael afirmou que ainda não conversou com o governador sobre o projeto, mas que tem avaliado a ideia. “Ainda não conversamos a respeito.

A conversa precisa existir e eu sou sempre muito respeitoso e absolutamente ponderado em relação ao tema.” Mas a possível entrada de Ismael na disputa eleitoral tem contrariado outros integrantes da base caiadista.

Sobre as reclamações de aliados do governador, Alexandrino avalia que “é normal” existir divergência de opiniões. “Vivemos em uma democracia. E esta tem, como premissa, manifestações, opiniões. É normal existir divergência de opiniões. Cabe a nós respeita-las”, rebateu.

Caso seja candidato pela base governista, Ismael tem até início de abril, de acordo com a legislação eleitoral, para deixar a Secretaria de Saúde de Goiás. Ismael foi o único secretário da pasta durante o governo de Caiado e chegou a ocupar  também a presidência do Ipasgo por dois meses.

PEDRO SALES É UM NOME FORTE SONDADO NO GOVERNO CAIADO.

O presidente da Goinfra, Pedro Sales, é outro secretário cotadíssimo para estrelar em um pleito eleitoral. Sales, que era assessor técnico de Caiado no Senado, desembarcou em Goiás logo no início do governo.

No jogo

Além da vereadora Sabrina Garcêz, o vereador Cabo Senna também é cotado para ser o novo líder do prefeito Rogério Cruz na Câmara Municipal.

Dia marcado

O TSE divulgou o calendário oficial das eleições de 2022. O primeiro turno está marcado para o dia 2 de outubro. O segundo turno, se houver, será em 30 de outubro.