Depois do Sindicato dos Funcionários em Estabelecimento de Saúde (SindSaúde), oficiar o Governo do Distrito Federal, o governo já pensa em criar um batalhão nos mesmos moldes do batalhão escolar para cobrir as unidades hospitalares públicas da Secretaria de Saúde.

O sindicato solicita medidas enérgicas a curto e médio prazos para findar problemas como a violência vivida por profissionais da saúde dentro das estruturas públicas locais. A ideia seria disponibilizar policiais militares treinados para assegurar a proteção não apenas dos servidores públicos, mas dos próprios pacientes e frequentadores das unidades de saúde. A proposta se assemelha ao Batalhão Escolar, criado em 1989 pela Polícia Militar.

Vários problemas ultimamente foram amplamente divulgados como no fim de setembro, de um homem de 70 que bateu no rosto de uma técnica de enfermagem na UBS n.º 1 de Vicente Pires.

A possível criação pode esbarrar na falta de efetivo que hoje passa a Polícia Militar, aguardemos cenas do próximo capítulo.

 

 

Fonte: Blog do Candango