Além de entregar oficialmente a GO 577 pista que liga os municípios de Valparaíso e Novo Gama passando pelo sucupira, o Governador do estado conseguiu provar força reunindo grandes autoridades. Estavam presentes os Prefeitos Carlinhos do Mangão (Novo Gama) Pábio Mossoró (Valparaíso) Fábio Correia (Cidade Ocidental) e Diego Sorgatto (Prefeito de Luziânia), os deputados Wilde Cambão e Célio Silveira (chamado pelo Governador), também estavam presente Daniel Vilela e Baldi. Célio Silveira e Diego Sorgatto foram embora correndo antes do Governador se pronunciar. Vereadores e lideranças políticas locais e milhares de simpatizantes também marcaram presença. 

Em discurso, Caiado falou da importância da união dos prefeitos, agradeceu aos deputados e a cada vereador presente: “estamos trabalhando, é só não roubar que obras acontecem”, se referindo a gestão anterior. Por exemplo, a gestão passada da ex-prefeita Sônia Chaves condenada a devolver 4 Milhões e o governo estadual antecessor.

Os prefeitos fizeram questão de agradecer ao governador e o empenho e dedicação do Deputado Wilde cambão e os vereadores que aprovaram na câmara com unanimidade o projeto de Lei apresentado pelos prefeitos. 

Ainda usando o microfone foi anunciado o programa cartão alimentação.

 

 

Com suspensão das aulas presenciais, Estado desenvolveu diferentes ações para manter segurança nutricional de estudantes da rede de ensino. 

Cartões alimentação disponibilizam crédito mensal de R$ 30 para cada aluno, destinado à aquisição de gêneros alimentícios.

O Governo de Goiás investiu, desde abril do ano passado, R$ 229,2 milhões na execução de programas voltados à garantia da segurança nutricional dos estudantes da rede estadual de Educação. Dentre esses programas, estão o Auxílio-Alimentação, a entrega dos kits e a distribuição de cartões.

A oferta de alimentação adequada aos 530 mil estudantes da rede pública estadual é um dos desafios do Governo de Goiás durante a pandemia de Covid-19.

Com as aulas presenciais suspensas, salas vazias e alunos em Regime Especial de Aulas Não Presenciais (REANP), a alternativa foi criar ações que possibilitassem a aquisição de produtos e facilitassem o acesso das famílias aos alimentos.

 

Auxílio-Alimentação

Lançado em abril de 2020, o Auxílio-Alimentação escolar beneficiou cerca de 110 mil estudantes em situação de vulnerabilidade social da rede estadual de ensino. O benefício consistia no repasse quinzenal de R$ 75 para alunos beneficiários de programas sociais, como o Bolsa Família.

Ao todo, foram repassadas sete parcelas do Auxílio-Alimentação, que vigorou em Goiás de abril a julho de 2020. O investimento total foi de R$ 54.286.425,00.